Browse By

 Andradas reforça vacinação contra febre amarela

A secretaria municipal de Saúde de Andradas iniciou esta semana a vacinação preventiva contra a febre amarela no município. A medida atende a recomendação da Secretaria Estadual de Saúde para que os municípios que fazem divisa com o Estado de São Paulo disponibilizem a vacina durante o período sazonal da doença que é de dezembro a maio e principalmente por conta dos casos registrados no estado paulista.

Em Andradas foram disponibilizadas 300 doses da vacina para quem ainda não foi imunizado

A secretaria de Saúde disponibilizou 300 doses da vacina para esta semana, devendo solicitar mais a Regional de Saúde caso seja necessário, uma vez que na campanha realizada em 2017 cerca de 90% da população inclusive da zona rural foram imunizados.

De acordo com a secretaria de Saúde, a preocupação maior são migrantes que chegam à cidade, já que em alguns Estados, como na região nordeste, por exemplo, a vacina de febre amarela não faz parte do calendário de vacinação.

Em Andradas a vacinação acontece de segunda a sexta-feira no Materno Infantil das 7h às 18h e está disponível para crianças acima de 9 meses e adultos até 60 anos.

Esta semana o Ministério da Saúde anunciou a realização de uma campanha, com fracionamento de doses para os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia devido a registros de casos nos estados. A meta é repartir uma dose em quatro e assim imunizar mais 15 milhões de pessoas. A medida emergencial visa fazer um cordão de proteção. A dose fracionada vale por oito anos e a inteira é suficiente para toda a vida, segundo o Ministério da Saúde.

Em Poços de Caldas, não haverá fracionamento, como explica a responsável técnica de imunização, Gisele Scatola. “A medida é válida para os três Estados divulgados até o momento e Minas não faz parte desta campanha, portanto nossa vacinação segue normalmente em Poços”.

A vacinação foi intensificada no município em 2017, depois que um surto de febre amarela atingiu os estados de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro. Minas Gerais enfrentou em 2017, a maior epidemia de febre amarela do Brasil com 475 casos confirmados, de dezembro de 2016 a julho de 2017 e 162 mortes.

Em Poços, um macaco encontrado morto na região da Cascatinha colocou a secretaria de Saúde em alerta. Em fevereiro, o resultado de exames feitos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), comprovou que a morte do animal foi causada pela febre amarela. Os casos suspeitos foram descartados e não houve registros de casos da doença em humanos no município.

Como parte do trabalho de enfrentamento da doença, profissionais de imunização da secretaria de Saúde fizeram o monitoramento de cobertura vacinal da febre amarela imunizando mais de 50 mil pessoas em 2017, além da população já imunizada anteriormente.

A vacina contra a febre amarela faz parte do calendário nacional de vacinação e está disponível durante todo o ano nos postos. A a responsável técnica de imunização reforça que em Poços, há estoque disponível em todas as salas do município. “A gente orienta que as pessoas procurem as salas de vacina para atualização do cartão. Temos doses contra a febre amarela em todas as salas, e ela pode ser aplicada a partir dos 9 meses de vida e até os 59 anos”, finalizou Gisele. As salas de vacinação em Poços, nas unidades básicas de saúde, atendem de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *