Gerente de banco é sequestrado e abandonado próximo ao Ronaldão

Um gerente do Banco do Brasil de São Roque da Fartura, de 52 anos,  foi vítima de um sequestro na noite desta terça-feira, 12, no momento em que saída da faculdade na Avenida João Pinheiro em Poços de Caldas.

Gerente foi deixado amarrado e amordaçado no próprio carro perto do Ronaldão – foto Marcos Corrêa

O gerente contou a Polícia Militar que foi rendido por um homem armado com uma pistola no momento em que entreva no carro por volta das 20h. O bandido, que usava luvas e um pano vermelho no rosto, obrigou o gerente abrir a porta de trás do  veículo e ordenou que a vítima dirigisse em direção a agencia bancária até a cidade vizinha.

Sob ameaça, o gerente foi obrigado a desativar os alarmes da agência e os dois foram em direção ao cofre. O autor arrombou a caixa onde ficava a aram do vigilante, um revolver calibre 38 com as munições.

Ainda dentro da agência o ladrão tentou danificar as câmeras de segurança, mas não obteve êxito. Assim que o cofre foi aberto ele colocou toda quantia em uma mochila vermelha e em seguida voltaram para Poços de Caldas.

O gerente foi obrigado a dirigir acima da velocidade permitida na via e passou por todos os radares. Chegando próximo ao Véu das Noivas o gerente seguiu até a Avenida Chafick Fraya ao lado do Ronaldão. A vítima foi amarrada e amordaçada no banco de trás do veículo e o bandido antes de fugir levou ainda R$ 600,00 que estavam na carteira do gerente.

Alguns momentos após a fuga do assaltante o gerente começou a tocar a buzina do caso sem parar. Foi quando apareceu uma pessoa para ajudá-lo. Por uma política interna do banco, o gerente não pode dizer o valor levado pelo bandido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este site está protegido.