Browse By

Receita Federal e Polícia Rodoviária apreendem meio milhão de reais em mercadorias

A Receita Federal e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deram início, na noite desta terça-feira, 9, à segunda fase da Operação Caminho Certo, que tem como objetivo fiscalizar a entrada e circulação de mercadorias importadas sem nota fiscal na região. A ação tem como foco as principais rotas no Sul e Sudoeste de Minas.

Ônibus tinha mercadoria inclusive no lugar dos assentos que foram removidos

Já nas primeiras horas de fiscalização, um ônibus foi apreendido com várias mercadorias na sede da PRF, na Rodovia Fernão Dias, em Pouso Alegre. O ônibus, que ia de São Paulo para Belo Horizonte, tinha apenas as três primeiras fileiras com assentos e estava repleto de produtos como DVD´s, bijuterias, roupas, perfumes e aparelhos eletroeletrônicos.

A operação teve início em junho deste ano e, até o momento, somando a apreensão desta noite, já foram apreendidos R$ 500 mil em mercadorias irregulares.

O balanço da operação foi apresentado na manhã desta quarta-feira, 10, na sede da Delegacia Regional da Receita Federal em Poços de Caldas.

Balanço da operação foi apresentado na Receita Federal – foto Poçoscom.com

De acordo com o Delegado da Receita Federal, auditor-fiscal Michel Lopes Teodoro, não há data para finalizar a operação devido à grande importância do combate ao crime organizado em toda a sua esfera, seja contrabando ou descaminho. “A operação vai ser intensificada principalmente com a chegada do período de fim de ano, quando a comercialização deste tipo de mercadoria aumenta. O objetivo desta ação, além de verificar a origem das mercadorias e regularização delas por meio de nota fiscal, é justamente para que o comerciante que paga os impostos e vende produtos com nota fiscal não seja prejudicado com uma concorrência desleal”, disse o auditor fiscal.

Segundo o inspetor da PRF, Marcos Territo, as fiscalizações têm se intensificado principalmente nas Rodovias Fernão Dias e MG 050. “Estas duas rodovias são consideradas rotas de circulação destas mercadorias. A Fernão Dias, principalmente, é rota dos veículos que saem de São Paulo com destino a Belo Horizonte e para a região Nordeste do país. Desde que foi desencadeada a operação, já apreendemos quatro carretas com cigarros contrabandeados na rodovia”, destacou o inspetor, reforçando a importância da operação.

As mercadorias apreendidas e o ônibus foram levados para o depósito da Receita Federal em Poços de Caldas. A pena para quem é flagrado cometendo contrabando é de até 4 anos de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *